Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Lenda de Casais Monizes

Lendas de Casais Monizes.
Casais Monizes é uma pequena localidade situada na Serra dos Candeeiros e que pertence a Alcobertas.
Terra ventosa em que as principais fontes de rendimento são a agricultura, a criação de animais e a extracção de pedra.
Casais Monizes é uma terra pequena, mas de habitantes orgulhosos do espaço em que nasceram e viveram.
.
1- Lenda dos Casais Monizes
No tempo dos reis, há muitos anos atrás, um homem chamado Moniz foi castigado pelo rei a viver no Alto da Serra dos Candeeiros por desobediência.
Desolado pelo castigo recebido, Moniz viu-se sozinho e sem nada num local em que o terreno era pobre e muito pedregoso.
Sua sorte começou a mudar quando se apaixonou e mais tarde veio a casar com uma bela rapariga que por ali passava. Os filhos foram nascendo e para manter a família Moniz teve de cultivar os terrenos à volta de sua casa e para a sua rega teve de construir uma cisterna em pedra de modo a guardar a água da época das chuvas (Primeira cisterna de Casais Monizes).
Com os filhos já crescido e tendo ido pedir o perdão ao rei, o monarca não só lhe perdoou a desobediência, como o recompensou, dando-lhe as terras de Casais Monizes.
.
2- Lenda do Degredo
Como manter as pessoas nas prisões acarretava despesas elevadas à administração real, surgiu a ideia de usar os criminosos como agentes de colonização e povoamento das terras. Assim sendo, o degredo era uma das punições que existiam para crimes cometidos, desde o início da época colonial portuguesa. O degredo no Brasil era uma punição usada para os crimes mais graves, seguida do degredo para África e para os crimes menos graves a punição seria para as regiões despovoadas de Portugal.
Assim surge a lenda do povoamento de Casais Monizes, conforme reportagem de Frederico Alves na publicação periódica ‘Multidão’ de 20 de Abril de 1943 (nº1, ano I).
Em resumo, os guardas levaram uma leva de condenados com suas mulheres e filhos para o Alto da Serra dos Candeeiros e aí os abandonaram às suas sortes com recomendações para não fugirem pois os habitantes das terras vizinhas teriam ordens de os matar caso os avistassem.
Naquele local desolado e tomados pela fúria, os degredados fizeram casas, muros e moinhos, tendo uma vida difícil mas conseguindo viver.
Com o passar dos anos a população foi aumentando e por todo o lado do monte foram surgindo novas vidas, até que os vizinhos se esqueceram que ali só viviam condenados.
Podendo então ir para onde quisessem, as pessoas continuaram a não sair de Casais Monizes, nem sequer para descerem o monte e virem para lugares mais férteis junto ás nascentes.
É esta então a lenda dos habitantes de Casais Monizes que sendo Homens pacíficos são muito zelosos e defensores do que é seu por direito.


Mais informação sobre Casais Monizes em:
http://rio-maior-cidadania.blogspot.com/2011/11/casais-monizes.html

Sem comentários:

Enviar um comentário