Pesquisar neste blogue

terça-feira, 17 de junho de 2014

Demografia

O INE divulgou os novos dados relativos à demografia da população portuguesa.


Estes dados podem ser consultados em: 

Os nascimentos em Portugal caíram mais de 26% em apenas dez anos.
O número médio de filhos por mulher nunca foi tão baixo em Portugal como em 2013 (1,21 filhos). 
Portugal está também a perder habitantes. De 2012 para 2013, estão em Portugal menos 60 mil pessoas, uma redução de 0,6% da população.
Esta redução deveu-se à evolução negativa do saldo natural, isto é, nasceram menos pessoas do que morreram, apesar da quebra de 1% no número de óbitos, nasceram menos 7,9% crianças. Mas a emigração também contribuiu para a perda de população pois só no ano passado saíram mais de 128 mil portugueses do país (53 mil emigrantes permanentes e 74 mil temporários). 
O índice positivo divulgado é o da esperança média de vida que tem vindo a aumentar. As mulheres vivem em média 82,79 anos e os homens 76,91 anos.

Mas como é que estamos em relação a Rio Maior?
População em Rio maior: 
Sexo                Ano 2011        Ano 2012        Ano 2013 
Ambos            21 211             21 156             21 087
Homens          10 265             10 229             10 182 
Mulheres        10 946             10 927             10 905

Índices de Rio maior de 31 de Dezembro de 2013, em relação a 2011 
Saldo Natural:                                  -49 pessoas 
Saldo Migratório:                             +30 pessoas
Crescimento efetivo:                        -19 pessoas 
Taxa B. natalidade:                           +8/1000
Taxa B. mortalidade:                        +10.3/000 
Taxa de crescimento efetiva:            -0,09%
Taxa de crescimento natural:            -0,23% 
Taxa de crescimento migratória:       +0,14%
Índice dependência jovem:               +22,8 
Índice dependência idoso:                +31,9
Índice dependência total:                  +54,7 
Índice de envelhecimento:                +139,6
Índice de longevidade:                      +48,1
Índice renovação população ativa:   +89,8

Estes dados devem de ser analisados com cuidado pelos decisores políticos, pois mostram uma tendência preocupante e generalizada a todo o território nacional.

Sem comentários:

Enviar um comentário