Pesquisar neste blogue

sábado, 28 de maio de 2011

Praça Francisco Sá Carneiro em Rio Maior

Praça Francisco Sá Carneiro.

Esta praça, encontra-se na junção da estrada das Marinhas, da Avenida Paulo VI, da Rua de Mariano Carvalho e da Avenida de Portugal.

Na Praça existe uma placa de homenagem a Sá Carneiro que foi inaugurada a 8 de Novembro de 1986.

Poucos meses antes da sua morte, o estadista, nas funções de Primeiro-Ministro, passou por Rio Maior a 30 de Agosto de 1980.
As imagens seguintes que mostram esse evento foram retiradas de
http://www.flickr.com/photos/institutosacarneiro/sets/72157626025344068/






Há cerca de 18 anos, a Câmara Municipal de Rio Maior, aprovou por unanimidade a colocação de um busto de Sá Carneiro nesta praça. Apesar do tempo que se passou, a Câmara vai tentar honrar este compromisso incluindo este acto nas obras do plano de requalificação da Avenida Portugal.

Mas quem foi Francisco Sá Carneiro?
Talvez seja bom relembrar este homem que foi advogado, fundador e líder do Partido PPD/PSD e Primeiro-Ministro de Portugal durante cerca de onze meses, no ano de 1980 até a sua morte num acidente de aviação a 4 de Dezembro em Camarate.
Francisco Manuel Lumbrales de Sá Carneiro, nasceu no Porto, a 19 de Julho de 1934 no seio de uma família da alta burguesia.
Licenciou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e passou a exercer advocacia.
Durante o Estado Novo, foi eleito pelas listas do partido único do regime salazarista, Acção Nacional Popular, para a Assembleia Nacional. Tornou-se líder da Ala Liberal, desenvolvendo diversas iniciativas para a gradual transformação da ditadura numa democracia típica da Europa Ocidental.
Após a Revolução dos Cravos, logo em Maio de 1974, Sá Carneiro fundou juntamente com Francisco Pinto Balsemão e Joaquim Magalhães Mota o Partido Popular Democrático (PPD) que foi redesignado Partido Social Democratico (PSD).
Foi Ministro em diversos governos provisórios e deputado na Assembleia Constituinte (1975 e 1976) e mais tarde deputado na Assembleia da República.
Em finais de 1979, criou a Aliança Democrátrica (AD), uma coligação entre o PPD/PSD, o CDS e o PPM.
A 3 de Janeiro de 1980 é nomeado Primeiro-Ministro, sendo Ramalho Eanes o Presidente da República.
Na noite de 4 de Dezembro de 1980, Francisco Sá Carneiro faleceu quando o avião no qual seguia em direcção ao Porto se despenhou, pouco após a descolagem do aeroporto de Lisboa, em Camarate. No acidente faleceram também o piloto e co-piloto, o Ministro da defesa, Adelino Amaro da Costa, assessores e Snu Abecassis, companheira de Sá Carneiro.
Apesar de já se terem passado mais de 30 anos da sua morte, continua a haver duas teses sobre o acontecimento: acidente, motivado por negligência na manutenção do avião ou atentado, embora se desconheça quem o prepetara e contra quem seria dirigido.

O busto de Francisco Sá Carneiro, foi inaugurado nesta praça em 4 de Dezembro de 2012. Para saber mais, consulte:
http://rio-maior-cidadania.blogspot.pt/2012/12/busto-de-francisco-sa-carneiro.html

Sem comentários:

Enviar um comentário