Pesquisar neste blogue

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Tomatagro em São João da Ribeira



A unidade transformadora de tomate foi inaugurada a 12 de Junho de 1965.
Na altura a fábrica chamava-se "António & Henrique Serrano, Lda" e presidiu à inauguração Amaro da Costa, secretário de estado da indústria, que foi recebido juntamente com a sua comitiva pelos administradores do complexo fabril.
Poucos anos após a inauguração a unidade esteve perto da falência e o Estado como principal acionista teve de intervir assumindo a sua gestão. A fábrica passou-se a dominar por "Produtos Alimentares António & Henrique Serrano, S.A.".
Em 1992 a fábrica de processamento e transformação do tomate acabou mesmo por fechar.
Em 1994 a fábrica reabre com a designação de "Tomatagro - Indústria Agro-Alimentar, S.A." após as instalações terem sido adquiridas por uma multinacional.
Desde o início da laboração que esta fábrica tem sido alvo de queixas por contaminação do rio Maior. Em 1965 a fábrica começa a produzir sem ter nenhuma estação de tratamento dos resíduos levando a que o peixe e enguias que existiam no rio Maior desaparecessem por completa. Hoje em dia a situação está melhor, mas as queixas de contaminação do rio principalmente durante a época de recolha do tomate continuem.
Nestes dias na empresa TOMATAGRO em São João da Ribeira existe uma movimentação de veículos e produtos raramente vistos durante o ano. Esta agitação é devido ao movimento quase continuo de chegada de camiões e tractores carregados com a colheita deste ano de tomate. Esta empresa do ramo agro-alimentar é responsável pela produção de concentrado de tomate e está localizada numa das mais importantes zonas de cultivo do país, exportando o concentrado para todo o mundo.
Para além da Tomatagro, em Portugal também laboram no mesmo ramo outras empresas como a Sugal, Tomgal, Compal, Italagro, FIT, Sopragol, Sutol, Tomsil e Campil.

Sem comentários:

Enviar um comentário