Pesquisar neste blogue

domingo, 14 de março de 2010

Mercado de Santana


O mercado de Santana é o maior mercado semanal da região. A diversidade de produtos que aí se encontram aliada aos preços sempre baixos são as principais atracções deste mercado que se transforma numa autentica festa dominical. Existe mesmo quase tudo aqui à venda, como animais vivos, artigos agrícolas, vestuário, tecidos, mobiliário, ferragens, verduras e todo o tipo de ‘comes e bebes’.
A história deste mercado começou um pouco conturbada pois este lugar foi escolhido pelos vendedores após terem sido impedidos de realizar o tradicional mercado que havia em Benedita pelos comerciantes locais. Então a 1 de Novembro de 1987 nasceu este mercado na freguesia de Alvorninha (Concelho de Caldas da Rainha) e logo baptizado com o actual nome de ‘Mercado de Santana’.
Se o mercado pertence ao concelho de Caldas da Rainha o que faz este artigo neste Blogue que é referente a Rio Maior? Simples, pois a este mercado acorrem pessoas de todas as regiões vizinhas (muitas de Rio Maior) estimando-se em cerca de 12 mil pessoas por Domingo e passando mesmo as 20 mil pessoas nos dias perto do Natal e Páscoa. Outra razão para falar no mercado é que este se situa mesmo na fronteira entre Caldas da Rainha (a área comercial está neste concelho) e Rio Maior (grande parte da enorme área de estacionamento).
O reboliço no mercado começa pelas 05:30 com a chegada dos primeiros vendedores, mas pelas 07:30 já começam a chegar também os compradores. A meio da manhã é quando se atinge a maior movimentação do mercado e pelas 13:00 já grande parte dos vendedores começa a arrumar a mercadoria.
Este mercado que apesar dos vários problemas que tem é considerado um dos melhores do país, tem no àr aquele odor característico de febras e frango assado, em todo o lado ovem-se os pregões a chamar pelos clientes e o som à habitual música popular, sendo que também a nossa vista não consegue parar com o movimento frenético que aí se vive conjugado ao colorido das diversas mercadorias.
O problema crónico da feira é o lixo que fica espalhado pelo recinto e terrenos vizinhos. Este problema só pode ser resolvido com sensibilização de todos os envolvidos. A recolha do lixo é efectuada mediante pagamento pelos reclusos do Estabelecimento prisional de Caldas da Rainha.
O mercado tem o futuro garantido pois as pessoas continuam a aparecer e sempre em maior número e também os comerciantes não faltam havendo uma lista de várias centenas de vendedores em espera para ter um lugar neste grande mercado.








Existe uma excelente reportagem sobre este mercado e as suas gentes realizado pela Maior TV.

5 comentários:

  1. Encontra-se tudo mesmo :) Gosto bastante de la ir... deixa me saudades agora que estou em França... Feira como essa nunca vi... Quem é da zona sabe do que falo.

    ResponderEliminar
  2. Bem isso parece ser mt bonito... no entanto para quem não conhece este blog não indica como chegar a este lugar!:(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário.
      A melhor forma de saber como chegar ao mercado pode ser usando um programa como o "Google Maps". Para facilitar, inclui esse mapa no artigo.

      Eliminar