Pesquisar neste blogue

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Estátuas em Rio Maior

Vou neste artigo fazer uma ronda pelas estátuas existentes em Rio Maior.

No Jardim Municipal existe o busto do Dr. Francisco Barbosa que foi executado pelo Leopoldo de Almeida e erigido em 1968.
Francisco Barbosa nasceu em Alcobaça a 25 de Julho de 1908 e veio viver para Rio Maior muito novo pois seu pai, o Dr. Cândido Carril Barbosa, era dono da farmácia Barbosa. Fez o liceu em Leiria e o ensino superior na faculdade de medicina em Coimbra e Lisboa. Começou a exercer a profissão como cirurgião nos hospitais civis de Lisboa tendo acabado por se fixar em Rio Maior e exercer a sua profissão nesta cidade e no hospital de Alcobaça.
Foi sempre muito respeitado pela população de Rio Maior, acabando por falecer nesta cidade no dia 7 de Junho de 1965.


Em frente do tribunal judicial de Rio Maior encontra-se uma estátua notável de autoria de Lagoa Henriques de 1961.
Este conjunto escultórico formado por cinco figuras, representa a Justiça.
A figura que se encontra no lado esquerdo para quem observa a escultura de frente, representa a Culpa ou o Crime e encontra-se numa posição angustiada com uma expressão de dor dentro de uma cavidade.
A figura que se encontra por trás representa a Consciência e encontra-se numa espécie de concha.
As duas figuras que encimam a escultura representam a Inteligência e a Vontade.
A figura que se encontra no lado direito representa o Arrependimento e encontra-se sentado com a mão estendida como que a se tentar aproximar da Justiça através da Inteligência e da Vontade.
Em resumo, se um culpado tiver um acto de consciência e fizer um apelo à inteligência e à vontade, poderá aproximar-se da Justiça e assim reabilitar-se perante a sociedade.




Nos jardins do antigo Hospital da Misericórdia, hoje transformado em lar, encontra-se o busto do Dr. João Afonso Calado da Maia, erigido em 30 de Maio de 2004.
O Dr. João Afonso Calado da Maia é filho de João Ferreira da Maia. Foi presidente da Câmara de Rio Maior e esteve cerca de cinquenta anos como provedor da Santa Casa da Misericórdia de Rio Maior (terminou o mandato em Dezembro de 2009).


Na praça da República existe uma estátua de homenagem ao agricultor de autoria do escultor Luis Valadares.
Este monumento foi erigido pala CAP (Confederação dos Agricultores de Portugal) pelos seus 25 anos de existência a 25 de Novembro de 2000 (A CAP foi fundada em 24 de Novembro de 1975).
Na base da estátua pode-se ler 'Monumento ao agricultor - Aqueles que da terra garantiram a iniciativa privada e a liberdade em Portugal'.



A estátua de Nuno Álvares Pereira foi inaugurada no dia 26 de Abril de 2009, dia do 169º aniversário do concelho de Rio Maior.
A paróquia de Rio Maior pediu em 2005 à câmara um apoio para a execução da estátua de Nuno Álvares Pereira e esta respondeu positivamente com a quantia de 9655,80€.
Nuno Alvares Pereira, conhecido como Santo Condestável ou simplesmente como Nun’Álvares, nasceu em Cernache do Bonjardim em 24 de Junho de 1360 e faleceu no dia 1 de Novembro de 1431 em Lisboa. Foi um nobre e guerreiro que teve um papel fundamental na crise de 1283-1385 em que Portugal quase perde a sua independência para Castela. Mas a paróquia de Rio Maior decidiu homenageá-lo não pelas suas façanhas de guerreiro, mas pelo seu espírito de servir e de solidariedade para com os mais pobres. Depois da luta para manter a independência de Portugal e com o reconhecimento de João I como rei, recolheu-se no convento do Carmo, distribuiu grande parte dos seus bens pelos mais necessitados, chegando mesmo a andar pelas ruas a pedir esmolas para os pobres.




Na rotunda entre a estrada das marinhas e a avenida Dr. Mário Soares existe a estátua de homenagem ao salineiro.
Estátua da escultora Margarida Santos inaugurada em 2005. Trabalho em bronze e pedra ançã de dimensões 420x200x200cm.
As salinas são um símbolo de Rio Maior, logo é de todo justo homenagear as pessoas que aí trabalham.
Infelizmente a estátua foi vandalisada em Junho de 2012. Ver artigo em:
http://rio-maior-cidadania.blogspot.pt/2012/06/estatua-do-salineiro-vandalisada.html




Na rotunda em frente à antiga estação do comboio que servia a mina de carvão, actualmente local ocupado pelo pavilhão multi-usos existe a estátua de homenagem ao mineiro.
Estátua da escultora Margarida Santos inaugurada em 2006. Trabalho em bronze e pedra ançã de dimensões 290x180x180cm.
A exploração intensiva das minas de carvão marcou a viragem para a modernidade da indústria em Rio Maior. Trabalho duro o do mineiro homenageado com este monumento.


Na rotunda em frente ao quartel dos bombeiros na intercepção entre a avenida Dr. Mário Soares e a Avenida Dr. João Calado da Maia existe o monumento ao bombeiro.
Estátua da escultora Margarida Santos inaugurada em 2006. Trabalho em bronze e pedra ançã.
Os bombeiros são muitas vezes esquecidos e só lembrados quando uma aflição nos atinge. Mulheres e homens sempre dispostos a ajudar têm aqui uma justa homenagem.


Na rotunda em frente ao estádio existe a estátua de homenagem ao desportista.
Estátua da escultora Margarida Santos inaugurada em 2006. Trabalho em bronze e pedra ançã de dimensões 410x200x200cm.
Rio Maior pretende ser a capital do desporto em Portugal tendo uma Universidade do desporto e possui vários atletas olímpicos medalhados. Esta cidade tem excelentes infra-estruturas para a prática desportiva.



A 21-08-2015 foi inaugurado o busto de Marcolino Sequeira Nobre:
 

Sem comentários:

Enviar um comentário