Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Casa da Muda em Rio Maior - Mala-Posta



No século XVIII foi construída a estrada real D. Maria I, seguindo em grande parte do seu percurso o traçado de uma antiga via romana. Esta estrada veio facilitar os acessos à região, o escoamento de produtos e a passagem da mala-posta.
O nome ‘mala-posta’ faz referência à antiga diligência para transporte de malas postais e passageiros.
Um dos pontos de muda da mala-posta era no Alto da Serra. A ‘casa da muda’ como hoje é conhecida e construida em 1737, servia de apoio aos distribuidores de correio e viajantes que para além da natural muda de cavalos também permitia aos viajantes comer e pernoitar.
A mala-posta surge em Portugal com a extinção do Ofício do Correio-Mor e a partir do alvará intitulado ‘Instrução para Estabelecimento das Diligências entre Lisboa e Coimbra’. Assim em 1798 começam as primeiras carreiras, inicialmente entre Lisboa (Carregado) e Coimbra e a partir de meados do século XIX alargadas até ao Porto.
Mesmo aliando o transporte de correio ao de passageiros a actividade era muito dispendiosa e teve várias interrupções. A mala-posta entre Lisboa e Porto acabou em 1864 com a chegada do comboio a vapor à cidade Invicta.

No largo adjacente à Casa da Muda existe um marco que lembra a visita ao Alto da Serra efectuada por Marcelo Caetano em 11 de Setembro de 1973.
De referir ainda que parte da Casa da Muda foi restaurada com o apoio do projecto LEADER entre 1990 e 1993.

A imagem antiga foi retirada do Blogue ‘Fred’ em

Sem comentários:

Enviar um comentário