Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Mercado Municipal de Rio Maior


A 6 de Novembro de 2018 foi inaugurada mais uma obra de requalificação do Mercado Municipal de Rio Maior. Estas obras obrigaram ao encerramento temporário do piso térreo do mercado. 
Com estas obras o mercado ficou mais atrativo, com melhores condições para o seu funcionamento e tornou também o espaço de utilização mais flexível. De recordar que o edifício contempla uma área útil de 555m2 dividida por dois pisos. 



O objetivo destas obras foi dar mais conforto, higiene e segurança aos utilizadores do espaço de modo a fomentar um maior número de transações de bens, mas também proporcionar uma zona de convívio e de relação entre a cidade e o meio rural. 







A relação entre vendedor e consumidor nos mercados é que tem sido um equilíbrio difícil de manter, levando a que os consumidores passem a procurar menos os mercados em detrimento de outras superfícies, logo levando a que a oferta nos mercados também não seja tão variada quanto o desejado. Este é um círculo vicioso que tem de ser quebrado com ideias inovadoras. 
O mercado tem vindo a perder vendedores e clientes ao longo dos últimos anos e de notar que já em 2013 e 2014, várias bancas no mercado foram a haste pública com uma licitação mínima de 25€ por não haver interessados. 
Esta perda de movimento no mercado não tem sido por falta de investimento monetário no espaço. De referir que estas últimas obras custaram 71.112,55€ e que desde 2011 já foi aqui investido pelo menos 105.603,05€ sem contar com os custos de manutenção do espaço. De lembrar que em Março de 2012 foram terminadas grandes obras de remodelação.


Os mercados retalhistas já desempenharam um papel importante na distribuição de produtos de qualidade às populações, sendo mesmo um símbolo de comércio urbano. Os mercados começaram em recintos ao ar livre e depois passaram a existir como estruturas cobertas. Recentemente o desenvolvimento e conservação dos mercados tem sido posta em causa com o aparecimento de outras ofertas competitivas adaptadas aos novos hábitos de consumo. 

Pode-se e deve-se estudar os mercados municipais no contexto atual para melhor se poder decidir como gerir e direcionar este equipamento público. 

Os pontos fortes dos mercados são: 
- Especializado em produtos frescos com uma forte valorização dos produtos locais. 
- Existe uma forte relação com o espaço urbano e é gerador de efeitos positivos na envolvente. 
- Como a gestão é municipal existem garantias de sanidade, limpeza e higiene. 
- Valor patrimonial público. 
- O atendimento é centrado no consumidor. 
Os pontos fracos dos mercados são: 
- Formato de venda excessivamente dependente do ramo alimentar e desajuste entre a oferta e a procura. 
- Dificuldades de estacionamento e cruzamento de mercadorias com pessoas 
- Gestão pouco empresarial e falta de formação profissional 
- Escassa utilização das novas tecnologias 
- Horários restritos e inadequados 


Não há uma fórmula mágica, mas segundo vários estudos existem 4 cenários para os Mercados Municipais: 
Cenário 1 – Investir desistindo, “Não os matem que eles vão morrendo” 
   Cenário baseado na ideia que os mercados não são sustentáveis a médio/longo prazo. A gestão do mercado pode ser entregue a uma empresa de gestão de condomínios. 
Cenário 2 – Investir desinvestindo, “Vão-se os anéis, mas ficam os dedos” 
   As autarquias têm consciência de que dispõem de um património de localização privilegiada no centro da cidade que poderão rentabilizar. A área do mercado é dividida em espaços para aluguer e para realização de eventos, perdendo-se o objetivo de comércio local. 
Cenário 3 – Investir coexistindo, “Se não os vences, junta-te a eles” 
   Aposta-se na coexistência do comércio tradicional com outro tipo de oferta comercial mais do género das grandes superfícies. 
Cenário 4 – Investir investindo 
   Aposta-se numa abordagem integrada dos mercados, conjugando investimento e inovação de modo a se adequar o funcionamento do mercado com a envolvente urbana. 


Pode saber mais sobre o Mercado Municipal de Rio Maior em:
http://rio-maior-cidadania.blogspot.com/2010/11/mercado-municipal-de-rio-maior.html

Sem comentários:

Enviar um comentário