Pesquisar neste blogue

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Contradança

Está-se a aproximar o dia 3 de Fevereiro e gostava de lembrar que nesta data se celebra a Festa de São Brás em Malaqueijo.
Um dos fatores diferenciadores dos festejos é que neste evento se convida todos os presentes para a Contradança.

Há cerca de cem anos, chegou a Malaqueijo a tradição da Contradança, trazida pelos combatentes da primeira guerra mundial que estiveram na Flandres. Desde essa altura é habitual ouvir-se os cavalheiros perguntarem “A menina contradança?” por ocasião das festas de São Brás, no Largo da Contradança (frente ao Mercado Diário).
O termo Contradança nada é relativo a uma anti-dança, mas sim a um tipo de dança que originalmente era dançada em salões principescos ao som de minuetes em que os pares de damas e cavalheiros avançam, recuam, intercalam-se ou rodopiam entre si. Em termos mais técnicos é uma dança de ritmo rápido e compasso binário composto de várias seções de oito compassos que se repetem.
 
A contradança teve origem na dança tradicional inglesa ‘Country Dancing’, que foi traduzida e adotada pelos franceses de forma absurda como ‘Contredance’. Os portugueses adaptaram esta expressão francesa a Contradança.
Existem registos de em Portugal, por altura das invasões francesas (início do século XIX) os portugueses terem assimilado esta dança muito em voga entre franceses e ingleses.
A contradança surge assim nas festas populares como uma sequência de várias danças com diversas melodias e ritmos em que os participantes obdencem à voz de um mandador. Como a contradança teve origem na ‘Contredance’ francesa, é usual as ordens do mandador usarem termos afrancesados.
 
Quem vier a Malaqueijo vai poder ouvir o mandador que também é bailarino gritar ordens que vão definindo a coreografia como ‘Grand promenade!’, ‘Au contraire!’ e ‘Changez dames!’. O ritmo vai aumentando conforme os participantes vão aquecendo, mas fazem-se intervalos frequentes para se recuperar o fôlego e molhar a garganta. Os três acordeões que normalmente comparecem, animam e levam à boa disposição nesta festa que junta pessoas de todas as idades.

Sem comentários:

Enviar um comentário