Pesquisar neste blogue

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Coroação em Rio Maior da Imagem de N.S. de Fátima


A 20 de Março de 1949, o Patriarca de Lisboa, D. Manuel Gonçalves Cereja, veio a Rio Maior para coroar a imagem de Nossa Senhora de Fátima.

Esta fotografia tirada na Praça do Comércio, é da casa Benitez que existia na Av. 5 de Outubro.

A primeira imagem da N. S. de Fátima foi oferecida em 1920 (3 anos após as aparições) por Gilberto Fernandes dos Santos, um devoto de Torres Vedras e feita segundo indicações da Irmã Lúcia (uma das videntes de Fátima). A imagem que pesa 19 quilos, foi realizada por José Ferreira Thedim (escultor da Casa Fânzeres de Braga) em madeira, cedro do Brasil.
A 13 de Outubro de 1942, um grupo de mulheres portuguesas ofereceu a coroa de ouro (pesa 1200 gramas e contém 313 pérolas e 2679 pedras preciosas), em ação de graças por Portugal não ter entrado na Segunda Guerra Mundial.
A 13 de Maio de 1946 a imagem foi coroada, numa cerimónia solene realizada pelo legado pontifício, Cardeal Bento Aloisi Masella. Neste ano celebrava-se o tricentenário da proclamação de Nossa Senhora da Conceição como padroeira de Portugal.
Atualmente existem 12 réplicas desta estátua para satisfazer os pedidos que chegam de todo o mundo para receberem a imagem.

Sem comentários:

Enviar um comentário