Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Canil Municipal de Rio Maior


O Canil Municipal de Rio Maior, após ter passado por vários locais, encontra-se desde 2007 a funcionar junto à zona industrial e paredes meias com a ETAR. Já esteve a funcionar junto às oficinas da rodoviária Tejo e nas antigas minas.
O edifício sofreu em 2009 algumas obras de requalificação, sendo constituído atualmente por várias celas, armazém, gabinete veterinário e uma sala de adoção.
Mas a existência do canil tem sofrido desde pelo menos 1997 sempre muita contestação.
Em 2012 a Câmara Municipal de Rio Maior decidiu em conjunto com a Animalife desenvolver iniciativas de promoção de uma maior adoção dos animais do canil, divulgando os animais na sua plataforma. 
Infelizmente a informação neste espaço não se encontra atualizada.

Em 2013 formou-se um grupo para ajudar a melhorar o funcionamento do canil, mas a relação com a instituição e o acesso às instalações nem sempre foi o mais fácil.

Existe uma petição pelo fim do abate de animais no Canil Municipal de Rio Maior, criada este ano, 2014, pela autora do blog “Quebra do Silêncio”, que já tem mais de 1.700 assinaturas e pode ser consultado em: 

Com certeza que muito esforço está a ser realizado para controlar e proporcionar um bem-estar aos animais desfavorecidos do nosso concelho, mas é sempre possível fazer mais e melhor.
Como disse Abraham Lincoln, antigo presidente americano:
“Eu sou a favor dos direito humanos, como sou a favor dos direitos dos animais. Esta é a proposta para um ser humano integral”.
Os contactos do Canil Municipal de Rio Maior, são:Tel: +351 243 907 124
E-mail: canilmunicipal@cm-riomaior.pt
Horários: Atendimento ao público - das 10h00 às 12h00 (dias úteis)
               Veterinário - das 11h00 às 12h00 (terças e quintas-feiras)

Hoje, 02-07-2014, estava um cão em cima do telhado. Esta situação não parece ser muito normal.

1 comentário:

  1. Infelizmente o abandono de animais por parte de algumas pessoas continua a ser uma prática abominável, sendo um crime que causa sofrimento e morte.
    “O homem, enquanto espécie animal, não pode atribuir-se o direito de exterminar os outros animais ou explorá-los, violando esse direito, ele tem o dever de colocar sua consciência a serviço dos outros animais” (Declaração Universal dos Direitos dos Animais).

    ResponderEliminar