Pesquisar neste blogue

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Antiga Capela de São Sebastião em Rio Maior


Capela de São Sebastião foi construída em 1559 e existia no local a onde actualmente se encontra o parque de estacionamento subterrâneo na Rua 5 de Outubro.
Foi demolida em 1914 para alargar a rua e sob o pretexto de se encontrar em ruínas. A principal razão para alargar a rua foi o de criar mais espaço útil para a realização da Grande Feira Anual de Rio Maior (atual FRIMOR).
O alpendre desta capela datava de 1688.
Até à pouco tempo ainda haviam alicerces, a escadaria e outros vestígios arqueológicos, mas com a construção do parque automóvel subterrâneo tudo foi destruído sem dar hipóteses de se fazer um correcto levantamento arqueológico dos vestígios existentes. Isto aconteceu em 2004.

Este painel do ‘Casamento da Virgem’ pertencia à capela, mas encontra-se actualmente num prédio no Alto Pina em Rio Maior.

A capela também possuía um painel de azulejos relativo ao nascimento da Virgem Maria.


Curioso é o osso de costela proveniente de um cetáceo (baleia) que se encontra em exposição na Casa Senhorial. Este osso foi descoberto no local da capela e pensa-se que fazia parte da estrutura do tecto desta, pois existem referências a este tipo de construção e o osso apresenta vestígios de cal.

Na imagem seguinte, retirada do livro 'História de Rio maior' de Fernando Duarte, pode-se observar ainda o declive junto à primeira árvore da avenida 5 de Outubro, no qual ainda restavam até há pouco tempo os alicerces e a escadaria da antiga capela.


O altar desta antiga capela pode ser visto na Capela do Casal da Coita em Santa Catarina (Caldas da Rainha). O artigo pode ser consultado em: 


Sem comentários:

Enviar um comentário