Pesquisar neste blogue

sábado, 11 de dezembro de 2010

Gruta em Nossa Senhora da Luz I

Esta gruta encontra-se localizada no lugar de Nossa Senhora da Luz.
Para se aceder à gruta tem-se que passar por um terreno privado. Mais uma vez esta gruta não possui nenhum tipo de protecção.
A gruta possui na sua parte inicial o tecto bastante alto e é bastante fácil passar por esta área que compreende duas grandes salas ligadas por um corredor estreito.
Os vestígios arqueológicos encontrados na gruta foram datados da época do Neolítico/Calcolítico e incluem tumulações acompanhadas de oferendas funerárias como cerâmica, indústria lítica e adornos. O espólio recolhido encontra-se no Museu Nacional de Arqueologia e Etnologia em Lisboa.
As intervenções arqueológicas foram a escavação numa espessura de 3-4 metros em 1934-36 sob a orientação de Manuel Heleno e sondagens em 1987 realizadas por Anthony Marks e João Zilhão que concluíram já não haver mais vestígios arqueológicos.
Sendo esta gruta classificada como Monumento Nacional por decreto de 1934, deveria de estar melhor preservada, protegida, com caminhos de acesso definidos e sinalizada. Ainda estamos a tempo de preservar o nosso património, não temos é muito tempo para fazer o que tem de ser feito. É urgente começar a agir.





A seguinte imagem é de um vaso descoberto nesta gruta, datado do Neolítico Antigo Evoluído/Neolítico Médio e tem 20.3 cm de altura e 20.2cm de diâmetro.

Ver também o artigo sobre uma outra gruta que se encontra a alguns metros de distância desta, em:
A gruta está classificada como Monumento Nacional pelo Decreto nº23743, de 06-04-1934, inventariado na base de dados do IGESPAR com CNS3840 e no Plano Director Municipal de Rio Maior, PDM nº72).

Sem comentários:

Enviar um comentário