Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Festas em Arrouquelas

Como acontece um pouco por todo o lado, estamos em época de festas e este último fim-de-semana foi a vez de Arrouquelas realizar a sua festa anual.
Que Arrouquelas estava em festa era bem evidente com os mastros contendo bandeiras espalhados um pouco por toda a aldeia e também por ter a sua igreja iluminada.

Durante a tarde e noite era para o recinto de festas da Associação Recreativa e Cultural de Arrouquelas (ARCA) que toda a gente se dirigia.
Aqui não podia faltar a boa amostra da gastronomia local sempre acompanhada de bons vinhos.
Um bom local para jantar rodeado de vizinhos, no qual as crianças têm liberdade para brincarem sem grandes restrições.


Neste ano não faltaram os pauliteiros de Miranda do Douro para animar a festa. Este tipo de 'dança' era praticado para comemorar as vitórias dos homens da terra quando estes regressavam da guerra.
Durante as noites houve sempre música para animar as pessoas, sendo que cada noite actuava um grupo diferente.

No Domingo teve lugar a parte mais religiosa das festividades, saindo à rua a procissão em honra da padroeira da terra, a Nossa Senhora da Encarnação (neste dia, a imagem surgiu com o seu manto coberto com ouro e dinheiro de ofertas).


A procissão passou pelas ruas principais de Arrouquelas, alongando-se ao longo de muitos metros, pois para além dos vários estandartes, este ano existiam 9 andores que desfilaram seguidos por muitos populares com o som da banda filarmónica sempre presente.



Como tem sido hábito, o fogo de artifício não podia faltar.


Sem comentários:

Enviar um comentário