Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Museu Rural e Etnográfico de São João da Ribeira

Museu Rural e Etnográfico de São João da Ribeira.

Este museu é muito interessante pois reserva em si a memória de um povo, preservando utensílios, usos e costumes de um passado não muito distante.
A história do museu começa em 1993, com o Grupo de Danças e Cantares de São João da Ribeira a recolher utensílios rurais e roupas com o objectivo de preservar o património rural.
Em 1994, todo o material recolhido é exposto no centro cívico de São João da Ribeira, servindo esta iniciativa como agente motivador para a população doar peças o que aumentou significativamente o espólio existente.
Com o objectivo de guardar e expor de forma mais permanente todo o material recolhido, é recuperado um lagar antigo de vinho que se situa junto á Igreja Matriz. Este restauro do edifício foi subsidiado quer a nível oficial (nomeadamente do projecto APRODER), quer a nível particular.
O museu foi dividido em 3 áreas distintas ocupando 3 espaços também distintos:
1º A Sala Principal.
Este espaço foi dividido em vário núcleos funcionais que representam o vinho, a Lavoura, a água, os cereais, a matança do porco, o azeite, a árvore, a sela e tiro, o sapateiro, a cerâmica, o barbeiro e o ferrador.







2º A cozinha.
Este espaço também está repleto de artigos relacionados com a arte de preparar os alimentos e tem como característica diferenciadora o facto do visitante poder assistir ao fabrico do pão pelos métodos tradicionais, saboreá-lo e mesmo levar este pão para casa. Caso o visitante pretenda assistir ao fabrico do pão deve de o indicar no acto da reserva e existem vários sub-produtos que podem ser adquiridos como a amassadeira por 50€, o pão grande por 1,5€, brindeiras por 1€ e pãozinhos com chouriço por 1,5€ (os preços são indicativos pois podem sofrer alterações).


3º O quarto.
Um quarto repleto de pormenores, desde os conteúdos das gavetas da cómoda, passando pelos vários objectos de higiene pessoal, até ao colchão feito com as camisas de milho.



Todas as peças do museu encontram-se bem identificadas e catalogadas, organizadas de uma forma a que o visitante possa recuar ao passado e admirar uma forma de vida que como já referi não é assim tão distante como as gerações mais novas possam pensar.
Devido a não ser rentável ter o museu aberto todos os dias, quem o quiser visitar deve de fazer a marcação através do Gabinete de Turismo da Câmara Municipal de Rio Maior (Tel. 243 999 300 ou email turismo@cm-riomaior.pt). Como preço indicativo da entrada pois este pode ser alterado, fica a 1,5€ para adultos e 1€ para estudantes e idosos.
A localização do museu é: Largo Padre Francisco Saramago, nº1, 2040-460 S. João da Ribeira)

Sem comentários:

Enviar um comentário