Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Junta de freguesia e Centro de Saúde de Arrouquelas

Em Arrouquelas existem 3 equipamentos englobados num só conjunto harmonioso.
Os equipamentos são: a Junta de Freguesia de Arrouquelas, o Centro de Saúde e uma bica de água.

A Bica de Água tem quatro painéis de azulejos em que o central é dedicado à padroeira da terra que é a Nossa Senhora da Encarnação, os dois laterais possuem gravuras com cenas agrículas e o de topo com um arranjo floral. Esta bica é de 1997.


O Centro de Saúde é um edifício autónomo com sala de espera, posto de atendimento, sala de consultas, instalações sanitárias e um espaço em que actualmente se dão consultas Reiki.


A Junta de Freguesia é outro edifício autónomo com a mesma arquitectura e idade do edifício do Centro de Saúde e foi inaugurado em 08 de Outubro de 2000 numa cerimónia em que esteve presente o Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior.


A freguesia de Arrouquelas foi criada por decreto de 19 de Fevereiro de 1962, após a separação da freguesia de São João da Ribeira à qual pertencia. A área total da freguesia é de 27,81km2.
O nome Arrouquelas, derivou de uma povoação denominada Arrouquella ou Arouquella que deverá de ser um diminutivo de Arouca ou Tarouca. Durante a conquista de D. Afonso Henriques de Santarém aos mouros, os Noronhas (Senhores de Angeja) tiveram um papel importante. É natural que quem o acompanhasse fosse da região (perto de Albergaria-a-Velha e em que na altura os polos importantes eram os de Arouca e Tarouca) e que ao se fixarem nestas terras quisessem dar o nome a elas relacionado com as suas origens.
Em 1527, pelo ‘Cadastro da População do Reino’, a aldeia de Arrouquelas tinha 5 vizinhos ( cerca de 20 habitantes).
Em 1970, a freguesia de Arrouquelas possuía 774 habitantes.
Em 2001, no último cadastro realizado, a freguesia de Arrouquelas tinha 860 habitantes.
Arrouquelas orgulha-se de ter possuido a primeira feira do concelho, que actualmente se transformou na Feira de Rio Maior (designada recentemente de Frimor, Feira Nacional da Cebola).
A feira foi criada por alvará em 23 de Outubro de 1674 após a petição feita pelos juízes da Irmandade de Nossa Senhora de Arrouquelas a 15 de Setembro de 1674 com o objectivo de angariarem dinheiro para as obras da igreja. Em 1739 e com o crescendo de importância de Rio Maior, esta freguesia solicitou a criação de uma feira, o que aconteceria no ano seguinte por alvará concedido por D. João V. A feira veio substituir a de Arrouquelas, mantendo a sua realização em Setembro.
A importância que a feira de Arrouquelas teve na sua origem foi enorme para a região, pois após a prolongada guerra da Restauração e expulsão dos espanhóis, todos os circuitos económicos estavam gravemente afectados, com a produção agricula desorganizada. A venda de produtos agriculas em feiras foi uma das soluções encontradas para reactivar a economia do reino.

Sem comentários:

Enviar um comentário