Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 31 de março de 2010

Via Sacra em Rio Maior

Em Rio Maior existem três estações da Via Sacra. Nesta época da quaresma em que nos encontramos as capelas estão abertas.
Existe uma junto à capela de Nossa Senhora da Vitória que representa o encontro de Jesus com a sua mãe.


Outra na rua D. Afonso Henriques que representa o encontro de Jesus com Verônica que Lhe enxuga a face.


A terceira estação encontra-se no largo D. Maria II e representa a passagem em que Simão ajuda Jesus a transportar a cruz.



A Via Sacra é composta por 15 estações (A versão ‘oficial’ definida em 1742 pelo papa Bento XIV, contem 14 estações pois não inclui a Ressurreição).
1ª - Condenação de Jesus à morte
2ª - Jesus Carrega a cruz
3ª - Jesus cai pela primeira vez
4ª - Jesus encontra Maria, sua mãe.
5ª - Jesus recebe a ajuda de Simão Cirineu para carregar a cruz.
6ª - Verônica enxuga a face de Jesus.
7ª - Jesus cai pela segunda vez.
8ª - Jesus fala às mulheres de Jerusalém.
9ª - Jesus cai pela terceira vez.
10ª- Jesus é despojado de suas vestes.
11ª- Jesus é pregado na cruz.
12ª- Jesus morre na cruz.
13ª- Jesus é retirado da cruz.
14ª- Jesus é sepultado.
15ª- A Ressurreição.
A via Sacra (ou Via Crúcis) representa o trajecto feito por Jesus carregando a cruz desde o Pretório até ao Calvário. Este exercício de percorrer mentalmente os últimos paços de Jesus e meditando simultâneamente na ‘Paixão de Cristo’ é muito usual no tempo da quaresma entre os cristãos. Este exercício teve origem na época das cruzadas (do século XI ao século XIII) pois quiseram reproduzir no Ocidente a peregrinação que se fazia na Terra Santa (Jerusalém) pelos lugares sagrados da Paixão de Cristo.

Sem comentários:

Enviar um comentário