Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 1 de março de 2010

Igreja de São Sebastião em São Sebastião

Igreja de São Sebastião em São Sebastião.


A igreja foi inaugurada a 03 de Junho de 1979 por D. António Francisco Marques, Bispo de Santarém. À altura da inauguração a localidade chamava-se Cabos.
Existem duas festas em honra de São Sebastião, uma a 20 de Janeiro e outra no primeiro fim-de-semana de Julho, conhecida como a festa de Verão.
O interior da igreja é sóbrio, mas ao mesmo tempo bonito e funcional.


No exterior existe uma cruz de pedra datada de 2005. Nesta cruz existe a inscrição INRI que é o acrónimo de Iesu(a) Nazarenus Rex Iudaeorum, "Jesus Nazareno Rei dos Judeus" que Pilatos mandou gravar na cruz em que Jesus foi crucificado. Nos dois braços da cruz também estão gravadas as letras ‘Α’ e ‘Ω’ (Alfa e Omega) que são respectivamente a primeira e a última letra do alfabeto grego, significando o Início e o Fim (Termo usado pelos profetas para se referirem a Jesus como o criador de todas as coisas e que depois dEle não haverá outro igual).


Como está patente pelo seu nome, a igreja tem como Orago São Sebastião.
São Sebastião nasceu em Narbonne (França) por volta de 256 d.c., foi cidadão de Milão e acabou por falecer em 286 d.c. Sebastião era um soldado que pertenceu à Guarda Pretoriana, mas a sua conduta branda com os prisioneiros levou a que fosse julgado e condenado pelo imperador como traidor sendo o castigo a morte por meio de flechas. Após a execução foi atirado ao rio, mas Sebastião não tinha falecido e foi encontrado e socorrido por Irene (Santa Irene). Foi levado novamente perante o imperador Diocleciano que o mandou espancar até à morte. Mesmo assim Sebastião não morreu, tendo que ser trespassado por uma lança.
 
A igreja foi construída sobre uma antiga ermida (Ermida de S. Sebastião).
Nas festas realizadas em Janeiro de 2013, foi inaugurado um painel de azulejos, colocado na parede principal da igreja, cuja referência é precisamente esta ermida.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário